COMPARTILHE clicando em SHARE

Mostrando postagens com marcador Reflexões - Pr. Bullón. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Reflexões - Pr. Bullón. Mostrar todas as postagens

20131009

A RIQUEZA É COROA PARA OS SÁBIOS


Aos sábios a riqueza é coroa, mas a estultícia dos insensatos não passa de estultícia. Prov. 14:24.

 

Há dois caminhos e dois destinos: o céu ou o inferno, a felicidade ou a desgraça, a riqueza ou a pobreza. Você é a única pessoa que pode escolher por si. O resultado de sua escolha será vida ou morte.

O livro de Provérbios dá a impressão de ser repetitivo. As palavras “sabedoria” e “insensatez” são as que mais se repetem. O destino final dos sábios é prosperidade e glória. O fim dos insensatos é vergonha e tristeza.

20131008

MAGNÍFICO EM TODA A TERRA


Ó Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a Terra é o Teu nome! Pois expuseste nos Céus a Tua majestade. Sal. 8:1.

O verso de hoje apresenta a profecia de um futuro, quando o nome do Senhor será “magnífico em toda a Terra”.

É difícil imaginar que possa chegar esse dia. Embora o nome de Jesus hoje seja conhecido nos cinco continentes, não é considerado “magnífico” ou “glorioso”, como definem alguns tradutores. A palavra hebraica tip’cret ou tiparoh qualifica a grandeza e a soberania de um rei. O nome de Deus não é aceito dessa maneira por todo o mundo. Há muitos incrédulos, pessoas irreverentes, que zombam do nome de Deus e dos valores espirituais. Você pode até ver programas na televisão, nos quais Jesus não passa de um objeto de chacota.

20131007

SEGURANÇA PARA A ETERNIDADE


No temor do Senhor, tem o homem forte amparo, e isso é refúgio para os seus filhos. Prov. 14:26.

Você já foi surpreendido por uma chuva torrencial, estando no meio da rua? Lembra-se de que correu em busca de um lugar seguro para se proteger? Aquele lugar era um refúgio em meio à tormenta. Você só entende a importância do refúgio quando precisa dele.

No texto de hoje, são enfatizadas duas palavras: amparo e refúgio. As pessoas procuram segurança. Nenhum político tem chances de ser eleito sem um bom programa de segurança. As famílias abastadas gastam muito dinheiro para proteger seus filhos. As pessoas protegem suas casas e colocam seus bens no seguro. Contudo, os perigos dos quais elas se protegem são apenas físicos.

20131005

BUSQUE A DEUS


O perverso, na sua soberba, não investiga; que não há Deus são todas as suas cogitações. Sal. 10:4.

O salmista declara que o ser humano nega a existência de Deus por causa da soberba. O homem não investiga. O seu orgulho o aprisiona. Acha que sabe tudo. Considera-se superior aos outros na sua maneira de ver o Universo e a obra da criação. Não tem humildade para reconhecer suas limitações de criatura. Prefere ser seu próprio Deus, determinar seus valores e fixar seus conceitos morais.

20131004

DESVIE-SE DA MENTIRA


Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios. Prov. 4:24.

A carta terminava assim: “Se pudesse começar tudo de novo, faria as coisas completamente diferentes.” A autora era uma senhora que dizia não ter amigos. “Todos me rejeitam. Ninguém me convida para nada”, se lamentava. Ela percebia qual era a raiz dos seus problemas. “A minha boca. Eu falo mais rápido do que penso”, concluía.

A verdade é que as palavras têm muito poder. Constroem ou destroem. Não existe palavra de efeitos neutros. O sábio Salomão menciona o poder das palavras pelo menos umas 150 vezes no livro de Provérbios, demonstrando assim que a palavra é um assunto de muita importância.

O DESEJO DOS HUMILDES


Tens ouvido, Senhor, o desejo dos humildes; Tu lhes fortalecerás o coração e lhes acudirás. Sal. 10:17.

Os Salmos 9 e 10 são complementares. No Salmo 9, o povo de Deus enfrenta perigos que vêm das nações vizinhas; enquanto no Salmo 10 os perigos e as pressões que o povo experimenta vêm de dentro. Você já pensou que muitas vezes os maiores inimigos estão bem perto da gente?

Neste salmo, pessoas soberbas maltratam e humilham seus irmãos. O salmista se refere aos que temem ao Senhor e andam nos Seus caminhos como os humildes. É preciso humildade para reconhecer os limites de criatura e aceitar o conselho divino.

20131003

VÁ À LUTA


Os planos mediante os conselhos têm bom êxito; faze a guerra com prudência. Prov. 20:18.

Conta a velha história que um finlandês ateu deixou em seu testamento a fazenda que possuía para o diabo. Quando o homem morreu, as autoridades não sabiam como cumprir o pedido. Finalmente, depois de semanas de deliberação, a corte decidiu que a melhor maneira de atender a última vontade do fazendeiro era deixar tudo abandonado. A terra sem cultivar, a casa sem arrumar, os jardins cheios de ervas daninhas, os celeiros vazios. A corte declarou no seu veredicto: “A melhor maneira de permitir que o diabo tome posse de algo é não fazer nada.”

Assim é com a vida. Por isso, o provérbio de hoje aconselha: “Faça planos e faça a guerra. Não fique de braços cruzados.”

20131002

DE TODO O CORAÇÃO


Louvar-Te-ei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as Tuas maravilhas. Sal. 9:1.


A vitória ainda não havia chegado. Não havia aplausos, medalhas, nem reconhecimento público. O salmista ainda não podia apalpar a taça de campeão, mas podia olhá-la com os olhos da fé e louvar ao Senhor pelas maravilhas que ainda não tinham acontecido.

Se ele gastasse o tempo reclamando e queixando-se, talvez nada sucedesse. Mas o salmista é capaz de louvar pelo Sol que sairá amanhã, ainda que ele esteja hoje mergulhado nas sombras.

Seu louvor não nasce do dever. Ele não cumpre apenas uma obrigação. Não se deixa levar pelo mero formalismo. Louva “de todo coração”. Meio coração não é coração. Um coração dividido rasga a vida pela metade, desintegra e mata. Um coração dividido não consegue louvar.

20131001

FARTAR-SE DO PRÓPRIO PÃO


Não ames o sono, para que não empobreças; abre os olhos e te fartarás do teu próprio pão. Prov. 20:13.

É bom dormir depois de um dia de trabalho produtivo. O sono é o instrumento divino para a renovação das energias. Um homem normal precisa dormir oito horas por dia. Se ele viver 75 anos, terá dormido 25 anos. O que você faria com esse tempo ao seu dispor?

O conselho de hoje não é contra o sono, mas contra a preguiça. A Bíblia, e especialmente o livro de Provérbios, está repleta de advertências sobre o perigo de dormir quando é hora de trabalhar. O trabalho é o canal através do qual Deus quer derramar Suas bênçãos para o ser humano.

20130930

DO SENHOR É O REINO


Pois do Senhor é o reino, é Ele quem governa as nações. Sal. 22:28.

A carta de Joana trazia o lamento de uma mulher que tinha perdido a auto-estima, a ponto de achar que estava sobrando neste mundo. Maltratada pelo esposo e desprezada pelos filhos, achava que não tinha valido a pena gastar-se ao longo da vida procurando a felicidade das pessoas que amava.

“Deus Se importa comigo?”, era a pergunta dramática da angustiada mulher. Ao escrever este devocional, penso que, de uma maneira ou outra, por um motivo ou outro, existem muitas Joanas nesta vida. Homens e mulheres, jovens e velhos, ricos e pobres que se perguntam: “Deus Se importa comigo?”

20130929

ORE E TRABALHE


Não havendo bois, o celeiro fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheitas. Prov. 14:4.

Se você quer uma vida tranquila e sem esforço, não se atreva a sonhar. Essa é a mensagem do texto de hoje. Para que haja abundância de colheita e os celeiros estejam sempre cheios é necessário ter bois; e estes envolvem tempo para serem cuidados, trabalho para alimentá-los e esforço para ensiná-los a arar a terra. Sem esforço, não há bois, e sem bois não há abundância.

Existem inúmeras pessoas sentadas na arquibancada da vida vendo passar o trem que leva os vencedores. Outro dia, encontrei uma pessoa de 30 anos, que me mostrou no papel um projeto que poderia trazer benefício, satisfação e dinheiro.

20130927

PROTEÇÃO DIVINA


Se contra ti intentarem o mal e urdirem intrigas, não conseguirão efetuá-los. Sal. 21:11.

Existe uma relação estreita entre os Salmos 20 e 21. No primeiro, o povo de Deus clama por auxílio diante dos inimigos. No seguinte, o povo canta e agradece a Deus a vitória concedida.

Você e eu, com certeza, já suplicamos o auxílio divino. Aonde mais podemos ir quando sentimos que os recursos humanos falham? O que podemos fazer quando não temos mais forças para lutar e os problemas da vida parecem devorar-nos?

CORAÇÃO MISTERIOSO


Como águas profundas, são os propósitos do coração do homem, mas o homem de inteligência sabe descobri-los. Prov. 20:5.

A nota era simples e ao ponto: “Vou embora porque nem eu me compreendo. O meu coração é um mar de confusões.” A família chorou. Foi um golpe imprevisto. Segundo as pessoas mais próximas, ninguém imaginaria que aquele jovem, aparentemente alegre e feliz, que na noite anterior participava de uma festa de aniversário, estaria pensando em cometer suicídio.

Evidentemente, os propósitos do coração daquele jovem eram “águas profundas”. O próprio Jeremias diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” Jer. 17:9. O profeta está descrevendo o coração de todos os seres humanos em seu estado natural.

20130925

TUDO TEM UM PREÇO


O preguiçoso mete a mão no prato e não quer ter o trabalho de a levar à boca. Prov. 19:24.

Pedro Lima, amigo de velhos tempos, contou-me que encontrou um camponês – dono de um bom pedaço de terra – sentado, fumando um cigarro de palha e queixando-se de sua terrível situação financeira.

– Aqui dá milho? – perguntou Pedro.

– Dá não, sinhô. – respondeu o camponês, com o seu sotaque típico do interior.

– Dá mandioca?

– Dá não, sinhô.

– Dá soja, feijão, alguma outra coisa?

20130924

QUEM?



Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no Seu santo lugar? Sal. 24:3.

O drama que Rudy vivia é o drama de muitos cristãos. Ele sabia tudo aquilo que devia fazer e conhecia também o que não devia fazer. Sua tragédia consistia no fato de não conseguir viver à altura dos princípios que conhecia, por mais que se esforçasse por fazê-lo. Ultimamente tinha chegado à conclusão de que era “impossível” viver a vida cristã.

O Salmo 24, do qual tiramos o texto para hoje, era cantado antifonalmente, enquanto a arca era levada para Jerusalém. Os sacerdotes perguntavam cantando: “Quem subirá ao monte do Senhor?” E o povo respondia em coro: “O que é limpo de mãos e puro de coração” (versos 3 e 4).

20130923

EDIFICANDO A VIDA





A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba. Prov. 14:1.

Natal é tempo de luzes, alegria e colorido. Já vi arranjos natalinos deslumbrantes. Nova Iorque é uma das cidades que muda de cara na época do Natal. Dá a impressão de ser uma cidade invadida por luzes mágicas. Em Riverside, Califórnia, o lar de Jorge e Lina também é um espetáculo deslumbrante cada mês de dezembro. Lina tem um dom especial e um gosto excelente. Adorna o interior de sua casa de modo que os sonhos de qualquer criança se tornam realidade. Lina é uma mulher que “edifica sua casa”.

20130922

CUMPRA SUA PALAVRA

O que torna agradável o homem é a sua misericórdia; o pobre é preferível ao mentiroso. Prov. 19:22.

Conheço pessoas nas quais posso confiar de olhos fechados. A vida me colocou em contato com pessoas cuja palavra vale muito mais do que um contrato assinado. A Bíblia chama essas pessoas de Hesed, que significa fiel, leal, veraz e misericordioso.

O que tem que ver fidelidade com misericórdia? Por que são usadas em hebraico como se fossem sinônimas? Do ponto de vista divino, o respeito pela palavra dada, a fidelidade àquilo que você disse, é uma expressão de amor.

É possível respeitar a palavra empenhada sem ter o temor de Deus no coração? É sim, basta ser uma pessoa responsável. Mas, com Deus, as coisas não podem ser apenas fruto do dever, mas do amor. O cumprimento do dever leva você simplesmente a ser um bom cidadão, e isso não é suficiente para torná-lo feliz.

20130921

PERDÃO E MISERICÓRDIA


Não Te lembres dos meus pecados da mocidade, nem das minhas transgressões. Lembra-Te de mim, segundo a Tua misericórdia, por causa da Tua bondade, ó Senhor. Sal. 25:7.

Essa oração de Davi faz parte do Salmo 25, cujo tema principal é a súplica do salmista para que Deus o guie pelos caminhos desta vida. Mas Davi sabe que o pecado oculto torna impossível a direção divina. Em certa ocasião, ele disse: “Se eu no coração contemplara a vaidade, o Senhor não me teria ouvido.” Sal. 66:18.

Por isso, Davi suplica por perdão. O pecado e a culpa destroem, amarram, escravizam. Querer vencer guardando o mal no coração é como querer navegar sem soltar a âncora.

Existem pessoas que não percebem as raízes espirituais de sua vida fracassada. Ao fazer um balanço de sua história, olham para todos os

20130919

ATÉ QUANDO?

Até quando, Senhor? Esquecer-Te-ás de mim para sempre? Até quando ocultarás de mim o Teu rosto? Sal. 13:1.

A pergunta de Davi é uma que nós fazemos com frequência, em tempos de dificuldade. O salmista se fez esta pergunta seis vezes. Até os mártires do evangelho perguntaram: “Até quando, ó soberano Senhor?” Apoc. 6:10.

Sei que há momentos tão escuros na vida que, humanamente, sentimos que Deus Se esqueceu de nós. Davi passou por muitos momentos assim. Quando ele escreveu este salmo, estava fugindo de Saul. Eram tempos difíceis. Um dia, até chegou a dizer: “Há um passo entre mim e a morte”. I Sam. 20:3.

OLHE BEM


Os teus olhos olhem direito, e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti. Prov. 4:25.

Foi apenas um segundo de distração e meu carro saiu da estrada. O acidente poderia ter sido fatal se não fosse a mão misericordiosa de Deus. Depois que o susto passou, agradeci ao Senhor e lembrei-me de uma expressão que a minha mãe repetia quando eu era garoto: “Menino, olhe por onde anda!”

Olhar para o caminho, não se distrair, não tentar fazer duas coisas ao mesmo tempo é básico para chegar com sucesso ao fim do caminho, e esta vida é um caminho. É uma longa jornada que começa no dia em que nascemos. É uma estrada cheia de obstáculos, perigos, dificuldades e desafios.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...