COMPARTILHE clicando em SHARE

Mostrando postagens com marcador Não Julgue. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Não Julgue. Mostrar todas as postagens

20131112

A vidraça e os lençóis


Um casal, recém-casado, mudou-se para um bairro muito tranquilo. Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:

- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Está precisando de um sabão novo! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

20130508

Nunca julgue ninguém!

O médico entrou no hospital com pressa depois de ser chamado a uma cirurgia de emergência.
Ele respondeu ao chamado, o mais rápido possível, mudou de roupas e foi diretamente para o bloco cirúrgico. Ali encontrou o pai do menino indo e vindo na sala de espera. 

Depois de vê-lo, o pai gritou: 
– Por que você tomou todo esse tempo para vir, não sabia que a vida de meu filho está em perigo? Você não tem senso de responsabilidade?

 O médico sorriu e disse: 
– Desculpe, eu não estava no hospital e vim o mais rápido que pude depois de receber a chamada! E agora, eu gostaria que você se acalmasse para que eu possa fazer o meu trabalho.

20121002

O Nome na Viga





"Não altere o julgamento de uma pessoa porque é rica ou porque é pobre" (Levítico 19:15, A Bíblia Viva).

James era muito pobre. Seu pai falecera quando James tinha dois anos de idade, e sua mãe lutava para alimentar e vestir os cinco filhos. Na adolescência, James fazia trabalhos avulsos para ajudar a manter a família. Todos os anos, na primavera, ele procurava trabalho como peão nas fazendas. Palmilhando as poeirentas estradas do estado de Ohio, nos EUA, ele chegou à próspera fazenda de Worthy Taylor. – Meu nome é James – disse o adolescente. – Preciso trabalhar.

20120620

Não julgue

Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Filipenses 2:3, NVI

Meu esposo e eu viajávamos pela estrada, num verão. Certa manhã, sentamo-nos na sala do desjejum de um hotel e, enquanto eu desfrutava a refeição, observei as pessoas ao meu redor.

Havia pessoas gordas e magras, jovens e mais idosas, e comecei a avaliar todas. As mangas daquele casaco são longas demais. Os sapatos dela estão folgados. Aquela mulher está usando joias demais. Aquele lá é rígido como uma vara. Continuei nesse tom, até que parei e me perguntei: Afinal, o que estou fazendo? Qual é a minha motivação?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...