COMPARTILHE clicando em SHARE

Mostrando postagens com marcador Dízimo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dízimo. Mostrar todas as postagens

20131210

Pneus Murchos


O Senhor Todo-poderoso protegerá o Seu povo. Zacarias 9:15

Radical! Essa é a palavra que melhor explica a derradeira aventura que eu vivi em solo nordestino. Se Natal, no Rio Grande do Norte, é a cidade "noiva do Sol", arriscar-se no tremendo passeio de buggy em Genipabu é "capotar na adrenalina". Isso porque, se você responder à famosa pergunta: "Com emoção ou sem?" pedindo o máximo de emoção, vai ter que se preparar para gritar, urrar, gelar, tremer e crer no impossível.

20130623

Não roube a Deus

Play



Vós Me roubais e dizeis: Em que Te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Malaquias 3:8

Você roubaria a Deus? A Bíblia fala sobre isso como se fosse impossível que alguém se arriscasse a fazer tal coisa. “Todavia, vós Me roubais.” [...]

O Senhor viu como seria o mundo quando estivesse repleto de habitantes, e por essa razão fez uma aliança com Seu povo para que Lhe devolvam os dízimos e as ofertas, segundo a ordem que Ele deu. Isso Lhe pertence. Não pertence a nenhum de nós. Deus fez esse acordo com você, para que você possa demonstrar que entende sua dependência e a responsabilidade para com Ele ao devolver a porção dEle. Ao fazer isso, a bênção divina será derramada sobre você. Tudo o que temos pertence ao Senhor e nos foi confiado como administradores Seus. Para que possamos devolver-Lhe, Ele precisa primeiro nos dar. […]

20130614

Princípios nos negócios

Play



Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca de sua alma? Marcos 8:36, 37

É o dever dos seguidores de Cristo reconhecer sua dependência de Deus em tudo e seguir os princípios de sua fé em todas as relações da vida, incluindo as transações comerciais. De outra forma, não podem representar corretamente a religião de Cristo. Devem ser honestos com Deus, como também com o próximo. Pode alguém ser desonesto com Deus? Leia a resposta do profeta: “Roubará o homem a Deus? Todavia, vós Me roubais” (Ml 3:8).

20130512

HONRA AO SENHOR





Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda. Prov. 3:9.

Prosperidade financeira não é apenas o resultado da habilidade humana para os negócios. Biblicamente, é um dom divino.

Honrar ao Senhor com os bens é reconhecer que Deus é dono de tudo, e que a criatura é apenas administradora daquilo que recebeu do Criador. Esse fato é apresentado por Salomão como o segredo de uma vida próspera.

O texto de hoje está no capítulo três, que tem como tema central a sabedoria que Deus oferece gratuitamente aos que a buscam. Viver com sabedoria é reconhecer que Deus é o Criador e o ser humano, a criatura. Esse reconhecimento não é apenas teórico e intelectual, é prático e experimental. Sair da teoria e entrar na realidade da vida prática é: “Honrar a Deus com os bens”. O resultado disso é a prosperidade financeira.

20130503

A bênção de doar

Play



A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado. Provérbios 11:25

No plano da salvação, a sabedoria divina designou a lei da ação e reação, tornando duplamente bendita a obra de beneficência em todos os seus ramos. O que dá aos necessitados beneficia a outros e é ele próprio beneficiado em grau ainda maior. [...]

Para que não perdêssemos os benditos resultados da beneficência, nosso Redentor elaborou o plano de nos alistar como Seus cooperadores. Mediante uma cadeia de circunstâncias que despertariam nossa caridade, Ele nos concede os melhores meios de cultivar a beneficência e nos conserva doando habitualmente para ajudar os pobres e promover Sua causa. Por meio das necessidades deles, o mundo arruinado está extraindo de nós talentos em forma de recursos e influência a fim de apresentar-lhes a verdade, por falta da qual estão a perecer. [...] Doando, beneficiamos a outros, acumulando assim verdadeiras riquezas. [...]

20130420

O GPS e o Tolo


Enquanto o Céu e a Terra durarem, nada será tirado da Lei. Mateus 5:18

Todo viajante precisa saber três coisas: como vai, como paga e como chega. Para ir tem que ter o destino. Para pagar é necessário um bom cartão. Para chegar ao lugar certo basta um GPS. Foi o que fiz quando fui com minha esposa para a Alemanha. Quebramos o porquinho da poupança, sonhamos com o verdadeiro castelo da Cinderela e pegamos o melhor GPS.

Aquela manhã não admitiria erros. A cidade de Füssen nos levaria ao castelo mais incrível da Europa. Tínhamos chão pela frente. Digitei “Fussen”, e percorremos 450 quilômetros guiados pelo navegador via satélite. Já era noite e nada das montanhas prometidas. Finalmente, a voz avisou: “Chegou ao destino.” À minha frente, tinha um estábulo antigo. Na porteira, estava escrito: “Fussen”. Fiquei boquiaberto, até a esposa puxar o tapete:

20130330

O privilégio de doar

Play



Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4:10

Deus abençoa a terra com o brilho do sol e com a chuva. Faz com que a terra produza seus abundantes tesouros para o uso do homem. Deus fez o ser humano Seu administrador para dispensar as dádivas celestiais levando pessoas à verdade. Meus irmãos da América do Norte [escrito da Austrália, em 1895] perguntarão como os alcançou a preciosa salvadora verdade, quando estavam em trevas? Homens e mulheres levaram seus dízimos e ofertas a Deus e, ao encherem de meios o tesouro, homens foram enviados para levar avante a obra. Esse mesmo processo deve ser repetido, a fim de ser alcançadas hoje as pessoas que estão em trevas. [...]

20130325

Deus e o dinheiro

Play




Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Mateus 6:24

Satanás apresenta hoje as mesmas tentações que apresentou a Adão e a Jesus, o segundo Adão, que venceu o inimigo e possibilitou que o ser humano vencesse. [...] São os nossos esforços somados ao poder de Cristo que nos farão vencedores. [...]

O Céu inteiro observa com interesse para ver que uso estamos fazendo dos talentos que nos foram confiados por Deus. Se desejamos acumular tesouros no Céu, usaremos os bens do Senhor para o avanço de Sua causa, para a salvação de nossos semelhantes e para abençoar a humanidade. Tudo o que for assim usado, o Senhor depositará em nossa conta no banco que nunca falha. Quando amamos a Deus de todo o coração, os bens não são um impedimento para o progresso na luta cristã, pois as pessoas consagradas discernirão os melhores investimentos a serem feitos e usarão sua riqueza para abençoar os filhos de Deus.

20130314

Exemplo de liberalidade

Play




Aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. 2 Coríntios 9:6


A liberalidade é uma das indicações do Espírito Santo, e quando o professo povo de Deus retém do Senhor o que Lhe pertence em dízimos e ofertas, sofre perda espiritual. [...] Seria melhor não dar absolutamente nada do que dar de má vontade, pois, se dermos de nossos meios quando não temos o espírito de dar liberalmente, zombamos de Deus. Tenhamos sempre em mente que estamos lidando com Alguém de quem dependemos em cada bênção. Alguém que lê toda intenção do coração, cada propósito da mente.

20130305

Liberalidade na obra de Deus

Play



Nenhum homem ou mulher faça mais obra alguma para a oferta do santuário. Assim, o povo foi proibido de trazer mais. Êxodo 36:6

Sob o sistema judaico, o povo era ensinado a cultivar o espírito de liberalidade, tanto em sustentar a causa de Deus como em socorrer os necessitados. Na colheita e na vindima, os primeiros frutos do campo – o grão, o vinho e o azeite – deviam ser consagrados em oferta ao Senhor. Os restos e os cantos dos campos eram reservados para os pobres. Os primeiros frutos da lã, ao serem tosquiadas as ovelhas, e dos cereais, quando o trigo era debulhado, deviam ser oferecidos ao Senhor; e fora ordenado que os pobres, as viúvas, os órfãos e os estrangeiros fossem convidados para seus banquetes. Ao fim de cada ano, exigia-se de todos que fizessem solene juramento quanto a haverem ou não agido segundo o mandamento de Deus. 


Essa medida foi tomada pelo Senhor a fim de gravar no povo a ideia de que em tudo Ele devia ser o primeiro. Mediante esse sistema de beneficência,deviam ter em mente que seu benévolo Senhor era o verdadeiro proprietário dos campos, rebanhos e gados que tinham em seu poder; que o Deus do Céu lhes enviava o sol e a chuva para a sementeira e a sega, e que tudo quanto possuíam era criação dEle. Tudo era do Senhor, e Ele os fizera administradores de Seus bens.

A liberalidade dos judeus na construção do tabernáculo e na construção do templo mostra um espírito de beneficência não igualado pelos cristãos de qualquer época posterior. Eles haviam acabado de ser libertados de sua longa servidão no Egito, e andavam errantes no deserto; no entanto, mal foram livrados dos exércitos egípcios que os perseguiam em sua precipitada viagem, veio a Moisés a palavra do Senhor, dizendo: “Fala aos filhos de Israel que Me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a Minha oferta alçada” (Êx 25:2). 

Todos deram com espírito voluntário, não uma limitada porção de suas posses, mas uma grande quantidade do que tinham. Devotaram-no voluntária e alegremente ao Senhor, e foram-Lhe agradáveis assim fazendo. Não Lhe pertencia tudo? Não lhes havia Ele dado tudo quanto tinham? Se Ele o pedia, não era seu dever devolver-Lhe o que era dEle? Não foi preciso insistência. O povo levou ainda mais do que foi solicitado, sendo-lhes dito que
parassem, pois já havia mais do que podiam empregar (Review and Herald, 17 de outubro de 1882).


******************************************************


-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.
-> Música: Em Quatro, “Ele oferece o Seu amor”
-> Narração: Amilton Menezes

20130301

Sacrifício pela causa de Deus

Play









Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-Me (Mateus 19:21).


Disse Jesus [para o jovem rico]: “Dá aos pobres” [...] Nessa referência direta, Cristo identificou o ídolo do jovem. O amor pelas riquezas reinava supremo; portanto, era-lhe impossível amar a Deus “de todo o coração, de todo o entendimento, e de toda a alma” (Mc 12:33. E esse amor supremo às riquezas o cegara para as necessidades do próximo. Ele não amava o próximo como a si mesmo, por isso, fracassara em observar os seis últimos mandamentos. [...]

20130217

Bênçãos de Deus

Play



Tornai-vos para Mim, e Eu Me tornarei para vós outros, diz o Senhor dos Exércitos. Malaquias 3:7

Satanás apresenta constantemente os pecados e erros daqueles que professam serem filhos de Deus e zomba de Seus anjos por esses defeitos. O que levará o povo do Senhor a uma posição correta diante dEle? O Senhor responde à pergunta em Malaquias: “Tornai-vos para Mim, e Eu Me tornarei para vós outros, diz o Senhor dos Exércitos” (Ml 3:7). Quando buscarmos ao Senhor com inteiro propósito de coração, nós O acharemos.

Daniel propôs no coração ser fiel ao Deus do Céu. Decidiu não comer das iguarias do rei ou beber do vinho que ele bebia; e seus três companheiros decidiram não desonrar a Deus se ajoelhando diante da imagem de ouro que Nabucodonosor havia erguido na planície de Dura. Quando nos propusermos servir ao Senhor com a mesma determinação desses fiéis servos de Deus, Ele fará nossa parte e permitirá que nos apossemos de Sua força. [...]

20130210

Hábito que Nasce do Amor

Cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando. 1 Coríntios 16:2


Doar faz parte da religião do 
evangelho. O plano da salvação fundamentou-se no sacrifício. Jesus deixou as cortes reais do Céu e Se fez pobre para que, por Sua pobreza, nós pudéssemos enriquecer. A vida de Cristo na Terra foi de altruísmo; assinalou-se por humilhação e sacrifício. É o servo maior do que o seu senhor? (Jo 13:16). E deverão os homens, participantes da grande salvação que Jesus veio do Céu trazer-lhes, recusar-se a seguir seu Senhor e partilhar de Sua abnegação e sacrifício? Deverá o Redentor do mundo praticar abnegação e sacrifício em nosso favor, e os membros do corpo de Cristo entregar-se à complacência consigo mesmos? Não; a abnegação é condição essencial do discipulado. [...]

20130121

O dever do mordomo

Play



O que contribui, [faça-o] com liberalidade. Romanos 12:8

A liberalidade é um dever que de modo algum pode ser negligenciado. [...] É com o objetivo de cultivar em nós um Espírito de bondade que o Senhor pede nossos donativos e ofertas. Ele não depende dos homens para obter recursos para manter Sua casa. Ele declara, por intermédio do profeta: “Pois são Meus todos os animais do bosque e as alimárias aos milhares sobre as montanhas” (Sl 50:10). [...]

20121106

Nenhum engano!


O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as Suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus. Filipenses 4:19, NVI

Meu esposo era pastor em Midland, Texas. Nosso filho havia acabado de ir para um internato cristão, e nossa filha mais velha estava na escola da igreja local. Eu ficava em casa com nossa menina mais nova, que ainda era bebê. Cada mês era uma batalha financeira. Havíamos, inclusive, assumido a tarefa do nosso filho, de entregar jornais, para ajudar a cobrir as despesas. Num determinado mês, quando se aproximava o dia de chegar a conta escolar, meu esposo me informou que devíamos uns 200 dólares à escola.

20121031

A inundação que não chegou


Trazei todos os dízimos à casa do tesouro. [...] Por vossa causa, repreenderei o devorador [...] diz o Senhor. Malaquias 3:10, 11

Quando eu tinha aproximadamente 10 anos, nossa casa precisou de um telhado novo. Minha mãe fez os arranjos com um empreiteiro para começar o trabalho no domingo seguinte. Esse também seria o dia em que ela ira à cidade a fim de adquirir mercadorias para nosso comércio. A equipe que trocaria o telhado chegou bem cedo e começou a trabalhar logo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...