COMPARTILHE clicando em SHARE

20130407

LOUVE AO SENHOR




Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia! Sal. 150:6.

Este é o último Salmo da Bíblia. Tem seis versos, como o Salmo 1. O primeiro é um salmo de bênção, e este último é um salmo de louvor. Bênção e louvor vão sempre juntos. Não existe bênção sem louvor, e não há louvor sem bênção.

Nos cinco versos anteriores, o salmista explica a quem, por que e como louvar. O ato de louvar é mencionado três vezes.

O último verso, que escolhi para nossa meditação hoje, é um convite para que “todo ser que respira” louve ao Senhor. Esse convite é uma profecia. Chegará o dia em que todo o ser que respira, até aqueles que nunca quiseram reconhecer a Deus como Deus, dobrará seus joelhos diante do Senhor dos Exércitos.


Isto tem que ver com o ponto final da história do pecado. A primeira acusação do inimigo contra Deus foi que Deus exigia adoração de Suas criaturas por motivos egoístas. “Adorem a mim e tudo será diferente”, disse Lúcifer. E muitos anjos acreditaram nele. Esse foi o ponto de partida de uma história que, ao longo dos séculos, envolveu lágrimas, dor, sofrimento, traição, violência e morte.

A luta entre Cristo e Satanás é uma luta por causa da adoração. O inimigo intentou desesperadamente, ao longo da história, tirar a adoração de Deus. Hoje, ele afirma: “Adore o Sol, a Lua, a Terra, os cristais, qualquer coisa, inclusive a você mesmo, menos a Deus.” E parece vitorioso, porque a humanidade dá a impressão de estar confusa num labirinto de coisas para adorar.

A paciência de Deus é grande. Ele ama as Suas criaturas. Quando espera a adoração de Suas criaturas, não é porque Ele Se nutre com o louvor do homem. O homem precisa adorá-Lo para ser completo. A criatura será oca, vazia e infeliz, enquanto não for completa em Deus.

Chegará o dia em que esta história findará. O mal será extirpado definitivamente. Naquele dia, você estará entre os que voluntariamente O adoram ou entre aqueles que dobrarão os seus joelhos porque seu destino está selado para a destruição? Faça de sua vida, hoje, uma vida de adoração. Cante, louve e agradeça, mesmo em meio à dor.

A adoração é o melhor remédio para a tristeza. Por isso, “todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia!” (Pr. Alejandro Bullón)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...