COMPARTILHE clicando em SHARE

20120611

Serei eu uma boa esposa aos olhos de Deus?

Além de avaliar ao outro, quando pensamos em unir-nos em matrimônio, precisamos avaliar a nós mesmas. Serei eu uma boa esposa aos olhos de Deus? Essa pergunta deve ser motivo de reflexão durante todo o período de preparo para o casamento.Talvez você tenha defeitos que podem ser corrigidos a tempo. Talvez precise mudar a data do casamento para que tenha tempo de trabalhar alguma característica que carece ser mudada antes de assumir as responsabilidades de um lar.

É ingenuidade pensar que estaremos 100% prontas para sermos boas esposas antes de casar, pois ser boa esposa é algo que aprendemos diariamente, mesmo depois de casadas. Mas precisamos ter qualidades mínimas, recomendadas por Deus:

“Procure o jovem, para lhe ficar ao lado, aquela que esteja habilitada a assumir a devida parte dos encargos da vida, cuja influência o enobreça e refine, fazendo-o feliz com seu amor.
‘Do Senhor vem a mulher prudente.’ Prov. 19:14. ‘O coração do seu marido está nela confiado. … Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida.’ Prov. 31:11 e 12. ‘Abre a boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Olha pelo governo de sua casa e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos, e chamam-na bem-aventurada; como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas agiram virtuosamente, mas tu a todas és superior.’ Prov. 31: 26-29. O que consegue tal esposa ‘acha uma coisa boa e alcançou a benevolência do Senhor’. Prov. 18:22. A Ciência do Bom Viver, pág. 359.Eis algumas coisas que devem ser consideradas: Trará aquela a quem desposais, felicidade a vosso lar? É econômica, ou há de, quando casada, gastar não somente todos os seus rendimentos, mas todos os vossos, para satisfazer a vaidade, o amor da aparência? São seus princípios corretos nesse sentido? Possui ela agora alguma coisa de que possa depender? … Sei que no espírito de um homem absorvido pelo amor e pensamentos de casamento, estas perguntas serão varridas para longe como de nenhuma importância. Estas coisas, no entanto, devem ser devidamente consideradas, porquanto têm que ver com vossa vida futura. …
Em vossa escolha de uma esposa, estudai-lhe o caráter. Será ela paciente e laboriosa? Ou deixará ela de cuidar de vossa mãe e vosso pai justamente ao tempo em que eles necessitam de um filho forte em que se apoiarem? Ou há de ela afastar esse filho do convívio deles a fim de levar avante seus planos e servir a seu prazer, deixando o pai e a mãe que, em vez de ganharem uma filha afetuosa, perderam um filho? Carta 23, 1886.” O Lar Adventista, p. 45 e 46

Devemos cultivar um caráter segundo a vontade de Deus. Nosso caráter diz não apenas o que somos, mas o que podemos vir a ser. Sempre existem comportamentos que precisam ser trabalhados. Contudo, um rapaz que ouve a voz de Deus escolherá uma moça que esteja disposta a trabalhar esses comportamentos, que reconheça a necessidade de mudança, que entregue sua vida a Deus para que Ele aperfeiçoe seu caráter. Ele não precisa acreditar que você está totalmente pronta, mas precisa acreditar que você tem condições e disposição para aperfeiçoar-se continuamente.

Você está disposta a ser uma boa esposa aos olhos de Deus?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...